O LEITOR QUE ESCREVE, O AUTOR QUE LÊ: UM ESTUDO DA CULTURA ESCRITA NA BAIXA IDADE MÉDIA A PARTIR DA ANÁLISE DO CANTO V DA DIVINA COMÉDIA

  • Maria Eugenia Bertarelli UFRRJ
Palavras-chave: Idade Média, Divina Comédia, cultura medieval, oralidade

Resumo

Ao longo deste artigo faremos um estudo partindo da leitura do canto V da Divina Comédia, escrita pelo poeta florentino Dante Alighieri durante os primeiros anos do século XIV. Buscamos interpretar o papel da leitura e da escrita compreendendo que, embora o poema tenha sido originalmente concebido como uma obra escrita, ele contém elementos de uma cultura que durante grande parte da Idade Média atribuiu a oralidade um papel central. Isto é, iremos nos debruçar sobre os versos de Dante examinando o papel desempenhado pela oralidade na cultura escrita medieval e investigando a relação que se estabelece entre o texto e os seus leitores. Isto é, analisaremos a partir de uma fonte escrita a presença da oralidade e as permanências da cultura oral num período de transformações no ambiente intelectual, especificamente no contexto urbano da Península Itálica.

Biografia do Autor

Maria Eugenia Bertarelli, UFRRJ
Docente de História da UFRRJ
Publicado
2019-05-15
Seção
Artigos