A ANÁLISE CRÍTICA DO DISCURSO EMPREGADA NA VITA DESIDERII DE SISEBUTO DE TOLEDO (612-621)

Ruy de Oliveira Andrade Filho, Germano Miguel Favaro Esteves

Resumo


Resumo:

A Vita Desiderii, obra do monarca visigodo Sisebuto, que reinou de 612 a 621, foi escrita por volta de 615, exaltando e narrando a vida e os feitos de São Desidério, santo que pertencia à região da Burgúndia, no reino Franco. Com relação à questão metodológica, para a abordagem da fonte, propomos o uso da Análise Crítica do Discurso, privilegiando a conexão entre as práticas discursivas e a estrutura social. Por ordens de discurso, entendemos os conjuntos de convenções associadas às instituições sociais, dentro das quais as ordens de discurso estão ideologicamente formadas por relações de poder, bem como dentro da sociedade como um todo. Este trabalho tem como intuito traçar algumas considerações desse viés metodológico para a análise de textos medievais.
Palavras-chave: Religiosidade, Monarquia, Hagiografia, Análise Crítica do Discurso.

Abstract:

The Vita Desiderii, work of the Visigoth king Sisebuto, who ruled between 612-621, was written around 615, exalting and chronicling the life and deeds of St. Desiderius, saint who belonged to the Burgundy region, in the Frankish kingdom. Regarding the methodological issue, to approach the source, we propose the use of Critical Discourse Analysis, favoring the connection between discursive practices and social structure. For orders of discourse, we understand the sets of conventions associated with social institutions within which the orders of discourse are ideologically shaped by relations of power, as well as within society as a whole. This work has as purpose to draw some considerations of this methodological bias for the analysis of medieval texts.
Keywords: Religiosity, Monarchy, Hagiography, Critical Discourse Analysis

Palavras-chave


Religiosidade, Monarquia, Hagiografia, Análise Crítica do Discurso.

Texto completo:

PDF


Brathair 2017