AS MULTIPLICIDADES IDENTITÁRIAS DE HERMIONE NA SÉRIE HARRY POTTER

  • Nincia Cecília Ribas Borges Teixeira
  • Amanda Padilha Pieta

Resumo

Milhões de crianças e jovens da década de 1990 cresceram desejando receber um correio-coruja que entregasse sua carta convite para estudar magia em Hogwarts, assim como o garoto de óculos redondos e cicatriz em forma de raio na testa. A série Harry Potter conta a história de um menino que descobre que é bruxo e junto com seus amigos tenta derrotar o temível vilão Voldemort, que assassinou seus pais quando ele era apenas um bebê. Dentre as pessoas que lutam contra o mal ao lado do protagonista, uma delas se destaca a ponto de conquistar uma posição no ranking de favoritismo dos fãs à frente do próprio Harry. Hermione Granger é uma colega de turma do herói da saga, que desde o início é caracterizada pela sua inteligência e que até o final da série se constitui como uma das personagens mais importantes na missão de combater as Artes das Trevas. Devido a intensa identificação do público para com Hermione, o objetivo desse trabalho foi investigar as possíveis representações da personagem da série Harry Potter.O embasamento teórico dos Estudos Literários, Culturais e de Gênero conduziu a compreensão sobre como funcionam as relações entre poder e diferenciação sexual na sociedade bruxa, a partir da personagem feminina de maior relevância na série. A identidade subversiva de Hermione desconstrói algumas matrizes culturais e nos incita a refletir sobre os estereótipos de gênero que por tanto tempo marcaram a literatura voltada para o público infantil e juvenil.

Publicado
2019-08-15