MUDANÇAS NA AÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA DO ENSINO MÉDIO PARA PROMOÇÃO DO LETRAMENTO LITERÁRIO.

  • Rodrigo Alves dos Santos

Resumo

Quando se trata de discutir ações para a promoção de um letramento que forme, de fato, usuários competentes da língua portuguesa, o ensino médio brasileiro é, sem sombra de dúvidas, um contexto que requer uma reflexão mais apurada, dadas a suas dificuldades de entregar para a sociedade jovens com uma qualificação minimamente desejável para egressos desse nível de formação. Nesse âmbito dos anos finais da educação básica brasileira, mais complexa ainda é a questão da formação do leitor crítico de textos literários desejado pelos discursos oficiais que regulam o ensino de língua materna no país. Ante a esse cenário, o presente ensaio vem refletir sobre as alterações que as novas perspectivas teóricas para o ensino de língua materna impõem ao trato com o texto literário no universo da sala de aula do ensino médio e sobre como tais alterações apontam para a necessidade de que também a ação do professor de língua portuguesa nesse contexto se modifique. Trata-se, aqui, de uma reflexão que vem atender a uma demanda de professores de língua portuguesa dos anos finais da educação básica brasileira que, em vários cursos de formação continuada, sempre questionam sobre que novos direcionamentos podem ser aplicados aos modos de conduzir a abordagem do texto literário junto ao público jovem que o ensino médio brasileiro potencialmente atende.

Publicado
2019-12-31
Como Citar
Alves dos SantosR. MUDANÇAS NA AÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA DO ENSINO MÉDIO PARA PROMOÇÃO DO LETRAMENTO LITERÁRIO. REVISTA DE LETRAS - JUÇARA, v. 3, n. 2, p. 37-57, 31 dez. 2019.