LETRAMENTO LITERÁRIO E FORMAÇÃO DO LEITOR NO CONTEXTO ESCOLAR

  • Sônia Moreira Coutinho UEFS

Resumo

Neste trabalho, apresentamos uma reflexão sobre a complexa e importante tarefa da escola que é formar leitores de literatura. Inicialmente, evidenciamos duas principais abordagens de leitura, no campo da Linguística Aplicada: a psicossocial, que se fundamenta nas ciências psicológicas (Psicolinguística e Psicologia Cognitiva) e a sócio-histórica, com destaque para a concepção de leitura proposta pelos Novos Estudos do Letramento, que concebe a leitura como uma prática social circunscrita aos contextos reais de usos da língua (STREET, 2014). Pretendemos demonstrar como essas abordagens impactaram ou impactam o trabalho com leitura nas escolas. Em seguida, discutimos de maneira mais específica as contribuições dos estudos do letramento com ênfase nos pressupostos do Letramento Literário para o ensino de literatura nas escolas. Nessa perspectiva, o trabalho com a leitura deve considerar os seguintes princípios: a “experiência do literário”, “não se reduzir ao sistema canônico” e a “construção de uma comunidade de leitores” (COSSON, 2012, 2014). Por fim, propomos o círculo de leitura como uma prática de letramento literário que pode contribuir para a formação de leitores críticos e proficientes, no contexto escolar.

Publicado
2019-12-31