PRESERVAÇÃO DAS FACES E TEORIA DA POLIDEZ NAS INTERAÇÕES DISCURSIVAS EM COMENTÁRIOS AVALIATIVOS DO GOOGLE MAPS, ACERCA DE BARES TERESINENSES

Resumo

Este trabalho objetiva analisar as interações em comentários avaliativos da plataforma Google Maps, na perspectiva das estratégias de polidez e preservação das faces. Para tanto, iremos nos apoiar nos estudos de Brown e Levinson (1987) que abordam as noções das faces, complementando os estudos do sociólogo Goffman (1967) no que concerne as estratégias de ameaça e preservação das faces dos interlocutores, e também iremos tomar por base as estratégias de polidez que Brown e Levinson elencam. Iremos discorrer sobre a possível definição do termo pragmática, resgatando a noção de interação verbal, buscando associá-la aos estudos das faces e as estratégias de polidez ao longo do artigo. Sobre os resultados obtidos das análises, a conclusão que se chega é de que os representantes que falam em nome do estabelecimento, ora buscam romper e salvar a todo instante algumas faces, em um intuito específico, ou em prol do bem-estar do cliente, atribuindo-lhe razão, ora tiram-lhe a razão, com o objetivo de salvar a sua imagem positiva enquanto estabelecimento comercial. Esse jogo de interação entre locutor e interlocutor recai sobre a preservação da imagem, que se constrói nas relações entre os participantes que vão sendo estabelecidas e isso necessita de uma preservação das faces e das estratégias de polidez em qualquer contexto de comunicação e interação.

Biografia do Autor

Iara Silva de Souza, Universidade Federal do Piauí

Mestranda do programa de pós-graduação em Letras da Universidade Federal do Piauí- UFPI (biênio 2019-2021).Graduada em Letras Português pela Universidade Federal do Piauí, membro do Núcleo de Estudo e Pesquisas em Análise do Discurso (NEPAD- UFPI), desenvolvendo pesquisas relacionadas às representações sociais, ethos e discurso literário.

Publicado
2020-07-06
Como Citar
Silva de SouzaI. PRESERVAÇÃO DAS FACES E TEORIA DA POLIDEZ NAS INTERAÇÕES DISCURSIVAS EM COMENTÁRIOS AVALIATIVOS DO GOOGLE MAPS, ACERCA DE BARES TERESINENSES. REVISTA DE LETRAS - JUÇARA, v. 4, n. 1, p. 333-350, 6 jul. 2020.