FORMAÇÃO DOCENTE E A COMPREENSÃO DA AVALIAÇÃO FORMATIVA PARA A CONSTRUÇÃO DE UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

Autores

  • Vera Rejane Gomes Instituto Federal de Ciência, Educação e Tecnologia do Maranhão
  • Tereza Ventura Universidade Fernando Pessoa, Porto, Portugal
  • Gabriel Felipe Serra de Sousa Universidade Estadual do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.18817/pef.v27i1.2946

Resumo

Este artigo expõe uma discussão sobre a avaliação formativa que foi objeto de estudo de uma dissertação de mestrado, com o qual abordamos o conceito de avaliação, características dos tipos de avaliação e o que diz a legislação brasileira a respeito dos métodos avaliativos. Compreendemos que a avaliação é indissociável do processo de ensino-aprendizagem, por isto deve ser clara, inclusiva, abordando situações do cotidiano escolar, para que os estudantes não mostrem apenas o que assimilaram, mas que tenham a oportunidade de aprender novas informações. A avaliação formativa se distancia da tradicional, principalmente quando se volta para analisar seu foco, seu objetivo, pois ultrapassa a ideia de seleção, medição e classificação. É necessário que o professor reflita, planeje, acompanhe e avalie os seus métodos, para que os saberes e fazeres pedagógicos sejam respeitosos e eduquem pluralmente. A avaliação formativa melhora a relação professor-aluno e ajuda a construir sujeitos críticos, cidadãos justos e responsáveis socialmente.

 

Palavras-chave: Aprendizagem, avaliação formativa, formação de professores, prática pedagógica.

Biografia do Autor

Vera Rejane Gomes, Instituto Federal de Ciência, Educação e Tecnologia do Maranhão

Instituto Federal de Ciência, Educação e Tecnologia do Maranhão, Zé Doca, Maranhão, Brasil.

Tereza Ventura, Universidade Fernando Pessoa, Porto, Portugal

Universidade Fernando Pessoa, Porto, Portugal

Gabriel Felipe Serra de Sousa, Universidade Estadual do Maranhão

Universidade Estadual do Maranhão, São Luís, Maranhão, Brasil

Downloads

Publicado

2022-08-24