O POPULAR E O UNIVERSAL EM O BOI VELHO DE SIMÃO LOPES NETO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18817/rlj.v4i1.2272

Resumo

A proposta do artigo é abordar mais detidamente o conto O Boi Velho do gaúcho Simão Lopes Neto, destacando temáticas importantes da cultura popular presentes nele, mas salientando também a presença de características universais da literatura ao longo do enredo. Escrito no início do século XX, o autor utiliza na proposta narrativa do conto linguagem e temáticas, até então, estranhas ao mundo acadêmico brasileiro, mas que, em pouco tempo, após a semana de Arte Moderna, principalmente, serão inalienáveis da tradição literária nacional. Simão Lopes Neto foi, desse modo, um dos primeiros autores brasileiros a universalizar a linguagem e as temáticas oriundas da cultura popular, e faz-se relevante analisar em sua obra essa faceta.

Biografia do Autor

Poliana Bernabé Leonardeli, Faculdade de Ensino Superior de Linhares "Faceli"

Possui mestrado em estudos literários pela UFES. Professora adjunta da Faculdade de Ensino Superior de Linhares (Faceli), onde atua no curso de Pedagogia, nas ementas de Língua Portuguesa, Didática de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura Infantil e juvenil. Possui artigos publicados na área de Literatura, Literatura Infanil e juvenil e Formação Leitora. Dedica-se a pesquisar a cultura popular, a memória e a identidade cultural presentes em produções da literatura infantil e juvenil e demais literaturas e o ensino de leitura e escrita em ambiente escolar.  

Downloads

Publicado

2020-07-06

Como Citar

LEONARDELI, P. B. O POPULAR E O UNIVERSAL EM O BOI VELHO DE SIMÃO LOPES NETO. REVISTA DE LETRAS - JUÇARA, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 436-251, 2020. DOI: 10.18817/rlj.v4i1.2272. Disponível em: https://ppg.revistas.uema.br/index.php/jucara/article/view/2272. Acesso em: 25 nov. 2020.