UMA ANÁLISE DO ROMANCE AMOR DE PERDIÇÃO, DE CAMILO CASTELO BRANCO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18817/rlj.v5i2.2672

Resumo

Este artigo objetiva analisar o romance Amor de perdição (1862), de Camilo Castelo Branco, focalizando a influência da escola romântica, bem como temas presentes no enredo, como: os relacionamentos familiares e sociais; a religiosidade e a família; o patriarcalismo; e a condição da mulher na sociedade do século XIX, observando como vida e obra do escritor estiveram constantemente entrelaçadas. Uma pesquisa analítica que tem como base primária a obra e como base teórica os estudos de pesquisadores que, de alguma forma, têm em comum, trabalhos que apresentem ideias sobre a obra em questão, como é o caso de CANDIDO (2002); CONCHE (1998); GENETTE (1995); AREND (1999), dentre outros.

Biografia do Autor

Erika Maria Albuquerque Sousa, CESC-UEMA

Erika Maria Albuquerque Sousa Graduanda em Letras Português e Literaturas de Língua Portuguesa
pela Universidade Estadual do Maranhão - CESC/UEMA. Membro do grupo de pesquisa CNPq:
Literatura, Arte e Mídias - LAMID e do Núcleo de Pesquisa em Literatura Maranhense - NUPLIM/ CNPq.
Membro do Grupo de Estudos Filhas de Avalon: o feminino em pauta (FECLESC / UECE). Presidente da
Liga Interdisciplinar dos Cursos de Letras (LICLE/CESC-UEMA). Bolsista FAPEMA 2021-2022.
Representante discente no Colegiado de Letras do Centro de Estudos Superiores de Caxias -
CESC/UEMA. Interessa-se pelo estudo de Teoria Literária, Literatura Maranhense, Memória,
Autobiografia, Literatura Brasileira, Literatura e meios digitais, Literatura produzida por mulheres.
Atuando como pesquisadora desde 2015. Autora do livro "O dilema do taxista: memórias apátridas. (ISBN: 978-65-5869-546-2).

Solange Santana Guimarães Morais, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - CESC/UEMA

Possui doutorado em Ciência da Literatura-UEMA/UFRJ(2014), mestrado em Teoria da Literatura-UFPE (2002), especialização em Leitura e produção de texto-PUC/MG(2000). Atualmente é Professora Adjunto II , 40h, Diretora dos Cursos de Letras do CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES DE CAXIAS, da UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura, Teoria Literária, Literatura Comparada, Literatura Maranhense. Docente do Mestrado em Letras/UEMA. Coordenadora da Pós-Graduação em Ensino de Língua Portuguesa- CESC. Membro do Núcleo Estruturante do Curso de Letras do CESC/UEMA. Líder do Núcleo de Pesquisa em em Literatura Maranhense-NuPLiM/CNPq-CESC/UEMA. Pesquisadora no Grupo de Estudos Literários Memória e Arte- GELMA/CNPq - CESC-UEMA. Membro do CEP(Conselho de Ética em Pesquisa) da UEMA. Editora-Chefe da Revista de Letras - Juçara, do Departamento de Letras do CESC-UEMA. Coordenadora da Liga Interdisciplinar dos Cursos de Letras-LICLE/CESC-UEMA.

Maria do Socorro Carvalho, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - CESC/UEMA

Possui graduação em Letras pela Universidade Federal do Piauí (1989), mestrado em Letras pela Universidade Federal do Piauí (2006) e doutorado em Letras (Ciência da Literatura) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2014). Atualmente é professora adjunta II da Universidade Estadual do Maranhão Centro de Estudos Superiores de Caxias e professora formadora do Instituto de Educação Antonino Freire, PI. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Ficção e Poesia Brasileiras, atuando principalmente nos seguintes temas: memória, identidade cultural maranhense, Literatura comparada, cultura e poesia popular - cordel, poesia social..

Downloads

Publicado

2021-12-22

Como Citar

ALBUQUERQUE SOUSA, E. M.; MORAIS, S. S. G. .; CARVALHO, M. do S. UMA ANÁLISE DO ROMANCE AMOR DE PERDIÇÃO, DE CAMILO CASTELO BRANCO . REVISTA DE LETRAS - JUÇARA, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 144-159, 2021. DOI: 10.18817/rlj.v5i2.2672. Disponível em: https://ppg.revistas.uema.br/index.php/jucara/article/view/2672. Acesso em: 25 jan. 2022.