LITERATURA E HISTÓRIA NA ESPANHA DO SÉCULO XX: O TEATRO DE FEDERICO GARCÍA LORCA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18817/rlj.v6i1.2800

Resumo

Este artigo analisa a literatura e a história na Espanha do século XX através do estudo sobre a produção dramática de Federico García Lorca. Esse escritor granadino, por meio de seu teatro, esteve forjando uma imagem de um dramaturgo que questionava o social vigente, e retratava a lucha do indivíduo por superar as forças opressoras da realidade, o que gerou uma rejeição a seus textos por parte do regime franquista e, consequentemente, o silenciamento censório sobre algumas de suas obras. Portanto, podemos considerar que esse notável acosso se deu tanto devido a sua imagem pessoal (aproximação ao sistema republicano e sua orientação sexual), como a de escritor questionador (autor de obras dramáticas que denunciavam a sociedade espanhola ultraconservadora). Para tanto, nos apoiamos en autores como Ian Gibson (1998), R. Domènech (2006), Cepeda Adán (1981), Hurtado Hernández (2017), García Villalba (2018), entre otros.

Biografia do Autor

José Francisco da Silva Filho, UNEB

Professor Adjunto B do Colegiado de Letras com Espanhol
da UNEB, Campus V. Possui mestrado em Literatura Ibero-
americana pela Universidad de los Andes (Venezuela) e
doutorado em Teoria da Literatura e Literatura Comparada
pela Universitat Autònoma de Barcelona (Espanha).

Publicado

2022-07-28

Como Citar

DA SILVA FILHO, J. F. LITERATURA E HISTÓRIA NA ESPANHA DO SÉCULO XX: O TEATRO DE FEDERICO GARCÍA LORCA. REVISTA DE LETRAS - JUÇARA, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 249-268, 2022. DOI: 10.18817/rlj.v6i1.2800. Disponível em: https://ppg.revistas.uema.br/index.php/jucara/article/view/2800. Acesso em: 20 ago. 2022.