ENTRE O NARRADO, O LEMBRADO E O VIVIDO: NARRATIVAS DE MEMÓRIA DE MULHERES DA COMUNIDADE QUILOMBOLA SANTO ANTÔNIO DOS PRETOS, CODÓ-MA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18817/rlj.v6i2.3006

Resumo

Resumo: A memória é o mecanismo responsável por guardar o passado do ser humano, em torno das particularidades e coletividades capazes de remontar a identidade, a história e a cultura tanto dos indivíduos em seu íntimo como da sociedade na qual estes se inserem. Quando rememoradas, as vivências do ser humano são evocadas, de modo que possamos refletir sobre os sujeitos com base nesses relatos. Diante disso, o presente artigo analisa os relatos orais de mulheres da Comunidade Santo Antônio dos Pretos, a partir dos vieses memorialísticos que compõem o narrado. O artigo é resultado do projeto “As teias de Ariadne: narrativas de memórias de mulheres da comunidade quilombola Santo Antônio dos Pretos, Codó - MA”, financiado pela FAPEMA – Edital Igualdade de Gênero nº 07/2016, cuja metodologia pauta-se, primeiramente, em discussões bibliográficas, amparadas nos estudos de Maurice Halbwachs (1990), Ecléa Bosi (2003), Beatriz Sousa (2015), João Batista Machado (1999), entre outros. Em segundo plano, este trabalho se efetiva através de pesquisa de campo, em visitas a Santo Antônio dos Pretos. Desse modo, foram substanciais as observações das rodas de diálogo com as mulheres da comunidade, que evocam suas lembranças cotidianas, metodologia capaz de desvelar subjetividades. Tendo em vista isso, foi possível perceber que a memória é um alicerce imprescindível quando pensamos a história, a tradição e a cultura de um povo. Os relatos orais de memórias das mulheres quilombolas suscitaram a reflexão sobre a construção da identidade destas, bem como as diversas formas de autoafirmação feminina, que as pesadas rotinas de trabalho não foram capazes de apagar.

Biografia do Autor

Caio da Silva Carvalho, UESPI/SEMED

Mestre em Literatura pela Universidade Estadual do Piauí - UESPI; Professor efetivo de Língua Portuguesa da Secretaria Municipal de Educação em Timon - SEMED; Integrante do Núcleo de Pesquisa em Literatura e Linguagem -LITERLI - da Universidade Estadual do Maranhão - UEMA; Graduado em Letras pela Universidade Estadual do Maranhão - UEMA. 

Silvana Maria Pantoja dos Santos , UEMA/UESPI

Pós-doutorado em estudos da Memória e suas interfaces com a Literatura (PROCAD -
AM/CAPES). Doutorado em Letras, área de concentração em Teoria Literária. Profa. de
Literaturas de Língua Portuguesa da Universidade Estadual do Maranhão e da Universidade
Estadual do Piauí. Profa. dos Programas de Pós Graduação em Letras de ambas universidades.
Coordenadora do Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Literatura e Linguagem – LITERLI.
Membro do Grupo de Pesquisa TOPUS. Bolsista de Produtividade do CNPq.

Downloads

Publicado

2022-12-29

Como Citar

DA SILVA CARVALHO, C.; MARIA PANTOJA DOS SANTOS , S. ENTRE O NARRADO, O LEMBRADO E O VIVIDO: NARRATIVAS DE MEMÓRIA DE MULHERES DA COMUNIDADE QUILOMBOLA SANTO ANTÔNIO DOS PRETOS, CODÓ-MA. REVISTA DE LETRAS - JUÇARA, [S. l.], v. 6, n. 2, p. 87-102, 2022. DOI: 10.18817/rlj.v6i2.3006. Disponível em: https://ppg.revistas.uema.br/index.php/jucara/article/view/3006. Acesso em: 8 fev. 2023.

Edição

Seção

Dossiê Temático