METROPOLITANOS VERSOS, A GRANDE VITÓRIA RIMA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18817/rlj.v6i2.3012

Resumo

A poesia é a arte de dizer muito ou não dizer nada e, assim soma letras, subtrai angústia , multiplicar denúncias e manifestações,  divide as operações de espanto e admiração na reflexão filosofica. O texto poético é artistico e uma incógnita. Situa e banca a arte de explorar o silêncio do som, das palavras e das letras e carrega-lo de sentidos, que parecem carregando de ciência e de um perfil educacional melhorado. Criar a confusão não é trivial, mas realmente parece que a poesia estrutura grande parte da humanidade e humanização,  um movimento que parte de coisas simples para coisas mais complexas, terminando no conhecimento de si e da coletividade. A poesia é isto: é o mundo que se vê, é o ruido que se ouve, é o cheiro que se cheira, é tudo e mais nada. A poesia é a expressão de quem fala, mas também de quem não fala.

Biografia do Autor

Marcelo Calderari Miguel, Universidade Federal do Espírito Santo - Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Vitória, ES, Brasil

Bibliotecário e Administrador pela Universidade Federal do Espírito Santo – Ufes. Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI/UFES) - Linha 2 - Memória, Representação e Informação; Especialista em Educação Científica pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) | Membro do Grupo de Pesquisa (CNPq - DGP Reg. Nº: 8448/2017) Tabularium - Políticas de Arquivos: Observatório no Estado do Espírito Santo; desenvolvendo estudos empíricos e teóricos quanto à política, gestão, memória, patrimônio e preservação de documentos arquivísticos no Estado do Espírito Santo, nos variados suportes, nos arquivos públicos e privados. 

https://ufes.academia.edu/MiguelMarceloCalderari

Marcelo Calderari Miguel orcid
https://brapci.inf.br/index.php/res/v/30539

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO – UFES, Brazil
Brasil

 

Downloads

Publicado

2022-12-29

Como Citar

MIGUEL, M. C. . METROPOLITANOS VERSOS, A GRANDE VITÓRIA RIMA. REVISTA DE LETRAS - JUÇARA, [S. l.], v. 6, n. 2, p. 356-362, 2022. DOI: 10.18817/rlj.v6i2.3012. Disponível em: https://ppg.revistas.uema.br/index.php/jucara/article/view/3012. Acesso em: 8 fev. 2023.

Edição

Seção

Textos Literários