ABORDAGEM AMBIENTAL NO ÂMBITO ESCOLAR: PERCEPÇÕES DOS ALUNOS SOBRE AS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS DURANTE O ENSINO MÉDIO

  • Sergiana Sousa de Oliveira Aprigio IFMA
  • Leonardo Baltazar Cantanhede IFMA
  • Severina Coelho da Silva Cantanhede IFMA
  • Osiel Cesar da Trindade Junior IFMA
  • Caio Veloso IFMA

Resumo

RESUMO A Educação Ambiental representa um elemento necessário para a construção do conhecimento, por possibilitar aos sujeitos assumirem uma postura de cooperação com a preservação do meio ambiente. A escola, por dispor de um espaço que visa à construção de um conhecimento sistematizado e formal, é um ambiente propício para a disseminação das competências e habilidades que norteiam os fundamentos da Educação Ambiental. Nessa perspectiva, o ensino de Química, ao tratar das questões socioambientais, pode oportunizar aos alunos a associação das suas vivências e experiências com os conteúdos dessa disciplina e ensejar-lhes tomarem decisões mais responsáveis diante dos problemas ambientais que a sociedade enfrenta. Neste trabalho apresentam-se uma análise acerca da abordagem e percepção de alunos, sobre a Educação Ambiental no âmbito escolar bem como as possíveis contribuições da disciplina de Química para melhor compreensão das questões e problemáticas socioambientais associadas a polímeros como o plástico. Para tanto, foi aplicado um questionário, no formato Likert, direcionado a alunos do 3º ano do Ensino médio. Foi possível identificar um panorama satisfatório sobre a percepção dos alunos, a respeito dos conhecimentos sobre a Educação Ambiental. Entretanto, é notória a necessidade de aprimoramento na difusão e continuidade dessa temática no espaço escolar. Palavras-chave: Educação Ambiental, ensino de Química, plástico. SCHOOL ENVIRONMENTAL APPROACH: STUDENTS PERCEPTIONS ON SOCIAL AND ENVIRONMENTAL PRACTICES DURING HIGH SCHOOL ABSTRACT Environmental education represents a necessary element for the construction of knowledge, for enabling subjects to take a cooperative stance with the preservation of the environment. The school, for presenting a space that aims at the construction of a systematic and formal knowledge, is a propitious environment to the dissemination competencies and skills that guide the fundamentals of environmental education. In this perspective, the teaching of chemistry, when dealing with socio-environmental issues, can give students the opportunity to associate their experiences and experiences with the contents of this discipline and lead them to make more responsible decisions in the face of the environmental problems facing society. In this work we present an analysis about the students' approach and perception about environmental education in the school environment, as well as the possible contributions of the discipline of Chemistry to a better understanding of the issues and socioenvironmental problems associated with polymers such as plastic. For that, a questionnaire, in the Likert format, was applied to students of the 3rd year of high school. It was possible to identify a satisfactory panorama on the students' perception regarding the knowledge about Environmental Education. However, the need for improvement in the diffusion and continuity of this theme in the school space is evident. Keywords: Environmental Education, Chemistry teaching, plastic.

Biografia do Autor

Sergiana Sousa de Oliveira Aprigio, IFMA
Licenciada em Química (IFMA-Campus Codó). São Luís/MA/Brasil
Leonardo Baltazar Cantanhede, IFMA
Doutor em Ciências (UFSCar); Mestre em Química Analítica (UFMA); Graduado em Química Licenciatura Plena (UFMA). Professor da Educação Básica, Técnica e Tecnológica (EBTT) do IFMA/Codó.
Severina Coelho da Silva Cantanhede, IFMA
Doutoranda em Educação em Ciências e Matemática (REAMEC); Mestra em Química (UFSCar); Graduada em Química Licenciatura (UFMA). Professora Assistente do curso de Licenciatura em Pedagogia da UFMA/Codó. Atualmente coordena o Grupo de Pesquisa em Ensino de Química do Maranhão (GPEQUIMA) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão/Campus Codó.
Osiel Cesar da Trindade Junior, IFMA
Doutorando em Educação (Universidade Nacional de Rosário – Argentina); Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente (UFPI/PRODEMA); Especialista em Docência do Ensino Superior (Universidade Cândido Mendes); Licenciado em Ciências Biológicas (UESPI). Professor EBTT do IFMA/Codó.
Caio Veloso, IFMA
Doutorando em Educação (PPGEd/UFPI); Mestre em Educação (UFPI); Licenciado em Ciências Biológicas (UFPI); Licenciado em Pedagogia (FAIBRA). Docente no IFMA/Codó; Coordenador da Pós-Graduação Lato sesu em Ensino de Ciências e Matemática. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre o Ensino e Formação de Professores de Ciências (GRUPEC) e do Núcleo de Formação de Professores.
Publicado
2019-08-12
Seção
Artigos