O DIREITO DAS PESSOAS IDOSAS E A (IN)VISIBILIDADE NA EJA

Autores

  • Deuzimar Costa Serra Universidade Estadual do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.18817/pef.v27i2.3116

Resumo

Este artigo aborda o “Direito das pessoas idosas e a (in)visibilidade na EJA”, considerando-lhe o crescimento demográfico, aumento da expectativa de vida no Brasil e a necessidade de políticas educacionais voltadas para a educação ao longo da vida, mediatizado pela garantia dos direitos à educação. Tem como objetivo analisar o reconhecimento e visibilidade das pessoas idosas na EJA, pois, embora contemplado nessa modalidade de ensino, na prática, precisa de Políticas educacionais que reconheçam suas peculiaridades no processo educativo. Nesse enfoque, questionamos: o direito das pessoas idosas está sendo discutido e contemplado na modalidade EJA? Apresentamos reflexões sobre o imperativo de acesso à Educação para as pessoas idosas, adotando as ideias de teóricos e pesquisadores, na área da legislação educacional e o Estatuto das Pessoas Idosas. Enfatizamos a formação de professores, em especial no curso de Pedagogia, com foco nas competências e habilidades ancoradas pela Gerontagogia e pelos paradigmas contemporâneos sobre velhice e envelhecimento.

 

Palavras-Chave: Direito, Educação, Reconhecimento, Visibilidade.

Biografia do Autor

Deuzimar Costa Serra, Universidade Estadual do Maranhão

Doutora em Educação pela UFC. Professora Adjunto IV do Campus Codó UEMA; Autora e Coordenadora do Projeto Intergeracional.

Downloads

Publicado

2022-12-28