MÉDIO CURSO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO ITAPECURU, MARANHÃO: CARACTERÍSTICAS GEOLÓGICAS, GEOMORFOLÓGICAS, PEDOLÓGICAS E DENSIDADE DE DRENAGEM

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18817/26755122.26.01.2022.2873

Palavras-chave:

Componentes Ambientais. Rio Itapecuru. Densidade de drenagem.

Resumo

estudo dos componentes ambientais de uma bacia hidrográfi ca é importante, pois mostra como interagem entre si e sua contribuição para o sistema fl uvial. Este trabalho teve como objetivo apresentar os aspectos geológicos geomorfológicos, pedológicos e a infl uência na densidade de drenagem no médio curso da bacia hidrográfi ca do rio Itapecuru, no estado
do Maranhão. As informações dos aspectos geológicos, geomorfológicos e pedológicos foram extraídas das bases de dados: Relatório do Projeto do Radam, Relatório do Levantamento da Biodiversidade do Estado do Maranhão (CPRM) e do IBGE. Os mapas foram elaborados no software ArcGIS. Registrou-se quatro Grupos geológicos, oito formações geológicas e três
coberturas sedimentares. O relevo é constituído por oito unidades, destacando-se o Planalto Dissecado do Itapecuru e os Tabuleiros no Médio Itapecuru. Predominam os Latossolo Amarelo Distrófi co, Argissolo Vermelho-Amarelo Eutrófi co e o Plintossolo Pétrico Concrecionário. A densidade de drenagem variou de baixa a muito alta.

Biografia do Autor

Célia Alves Souza, PDCTR

Resultado do projeto de pesquisa fi nanciado pelo Programa de Desenvolvimento Científi co e Tecnológico Regional (PDCTR – FAPEMA/CNPq). Pesquisadora bolsista no Programa de Desenvolvimento Científi co e Tecnológico Regional – PDCTR.

Quésia Duarte Silva, UEMA

Professora no Curso de Geografi a e no Programa de Pós-Graduação em Geografi a da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA).

Downloads

Publicado

2022-07-20

Como Citar

Alves Souza, C. ., & Duarte Silva, Q. (2022). MÉDIO CURSO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO ITAPECURU, MARANHÃO: CARACTERÍSTICAS GEOLÓGICAS, GEOMORFOLÓGICAS, PEDOLÓGICAS E DENSIDADE DE DRENAGEM. Revista Ciência Geográfica, 26(01), 51-71. https://doi.org/10.18817/26755122.26.01.2022.2873