OS AGROECOSSISTEMAS FAMILIARES NO BREJO DE EXPOSIÇÃO E AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS: UM OLHAR SOBRE A COMUNIDADE DO AMARO EM BREJO DA MADRE DE DEUS – PE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18817/26755122.26.01.2022.2876

Palavras-chave:

Agricultura familiar. Brejo de exposição. Índices pluviométricos.

Resumo

Os brejos de exposição são subunidades regionais que possuem características pluviométricas superiores às suas áreas adjacentes. O presente trabalho pretende mostrar a percepção dos agricultores sobre as mudanças climáticas e os impactos causados pela seca de 2012 a 2019 nos agroecossistemas familiares existentes na comunidade do Amaro em Brejo da Madre de Deus - PE. A pesquisa ocorreu com 21 agricultores, teve início no primeiro ano de seca 2012 através de aplicação de formulário semiestruturado “in locus” e concluída em 2021. Na pesquisa verifi cou-se o grande impacto da seca na produção agrícola chegando a ter uma perda de 67% na produção de olerícolas. Também verifi couse que 100% dos agricultores relataram a que a seca trouxe ensinamentos para uma melhor convivência com a natureza. No entanto, apenas 50% dos agricultores utilizaram de tecnologias de acesso ou armazenamento de água nas propriedades.

Biografia do Autor

Henágio José da Silva, IPA

Instituto Agronômico do Pernambuco.

Walter Santos Evangelista Júnior, UFRPE

Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

Horasa Maria Lima da Silva de Andrade, UFAPE

Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (UFAPE).

Luciano Pires de Andrade, UFAPE

Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (UFAPE).

Publicado

2022-07-20

Como Citar

José da Silva, H. ., Santos Evangelista Júnior, W. ., Maria Lima da Silva de Andrade, H. ., & Pires de Andrade, L. . (2022). OS AGROECOSSISTEMAS FAMILIARES NO BREJO DE EXPOSIÇÃO E AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS: UM OLHAR SOBRE A COMUNIDADE DO AMARO EM BREJO DA MADRE DE DEUS – PE. Revista Ciência Geográfica, 26(01), 127-154. https://doi.org/10.18817/26755122.26.01.2022.2876