LITERATURA AFRO-INFANTIL, IDENTIDADE E REPRESENTATIVIDADE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18817/rlj.v6i1.2738

Resumo

Este artigo tem como objetivo identificar a importância da literatura afro-infantil na construção de identidades de sujeitos minoritários. Assim como, pretende-se identificar a importância da representatividade no contexto social. Simultaneamente, tenciona uma analise acerca de conceitos já utilizados em sociedade. Além dos estudos sobre questões étnico-raciais no meio literário, mas também, junto a sociedade. Portanto, busca-se reafirmar a importância de manter a atenção na construção e releituras dos textos literários para tornar a sociedade mais igualitária e livre de preconceitos. Nesse sentido, o trabalho torna-se importante para a buscar por trabalhar a autoestima das crianças negras através da literatura. A metodologia proposta para realização desse trabalho consiste em uma pesquisa bibliográfica, através de leituras exploratórias, seletivas e fichamentos das obras selecionadas.

Biografia do Autor

Maria Karolyne Reis Santana, Universidade Federal do Ceará

Licenciatura em Letras Inglês pela UNESA. Licenciatura em Filosofia pela UFS. Pós-graduação em Literatura Africana, Indígena e Latina pela FACEMINAS. Mestranda em Literatura Comparada pela UFC. Pesquisadora vínculada ao Grupo Escrevivências de Mulheres Negras em Diáspora – UFS.

Downloads

Publicado

2022-07-28

Como Citar

REIS SANTANA, M. K. LITERATURA AFRO-INFANTIL, IDENTIDADE E REPRESENTATIVIDADE. REVISTA DE LETRAS - JUÇARA, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 69-79, 2022. DOI: 10.18817/rlj.v6i1.2738. Disponível em: https://ppg.revistas.uema.br/index.php/jucara/article/view/2738. Acesso em: 7 out. 2022.