MADAME GODIN: EVIDÊNCIAS DE COLONIZAÇÃO NOS FIOS DA HISTÓRIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18817/rlj.v6i1.2782

Resumo

O objetivo principal desse artigo é identificar aspectos colonizadores presentes na figura histórica de Madame Godin apresentada no conto “Madame Godin” constante na obra Gaivotas de Hélio Rocha. O artigo está dividido em duas partes. Na primeira parte do artigo faremos uma apresentação de quem foi Madame Godin, considerando elementos que aparecem no conto em questão e, principalmente, nas cartas de Jean Godin à La Condamine, em seguida, apresentaremos evidências de colonização expressas nas experiências e vivências da personagem.  Para tanto utilizaremos a abordagem crítica dos estudos pós-coloniais identificando aspectos colonizadores relacionando com autores que argumentam sobre história em diálogo com a literatura. O suporte teórico terá como base Hayden White, Albert Memmi, Neide Gondim, María Lugones, Frantz Fanon, dentre outros. Espera-se como resultado desse artigo a reflexão sobre a visão dos europeus em relação ao novo mundo e, especificamente, sobre a Amazônia e a opressão em relação aos considerados à margem, entre esses sujeitos, as mulheres.

Biografia do Autor

Larissa Gotti Pissinatti , UNIR

Doutora em Educação (Universidade Estadual de Maringá). Mestre em Estudos
Literários (Universidade Federal de Rondônia). Graduada em Filosofia (Centro
Universitário Assunção). Professora efetiva lotada no Departamento de Língua
Vernáculas e do Programa de Pós-Graduação. Participa do Programa do
Mestrado Acadêmico em Estudos Literários da Universidade Federal de
Rondônia, campus Porto Velho – RO. Vice-líder do Grupo de pesquisa -
Letramento literário: pesquisas de narrativas da/na Amazônia/UNIR/CNPq. E-
mail: larissa.pissinatti@unir.br

Maria Josilene de Souza Ferreira , UNIR

Graduada em Letras, com habilitação em Língua Portuguesa, pela Universidade
do Estado do Pará; Mestranda em Estudos Literários, pela Fundação
Universidade Federal de Rondônia; Membro do grupo de pesquisa Letramento
Literário: estudos de narrativas da/na Amazônia. E-mail:
josyetavinho@gmail.com

Sonia Maria Gomes Sampaio, UNIR

Professora Associada da Universidade Federal de Rondônia - UNIR. Graduada
em Letras/UNIR. Mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio de
Janeiro (1998) e Doutora em Educação Escolar no eixo de Gestão e Políticas
Pública pela Universidade Estadual Paulista (2010). Pós-doutora pela
Universidade Federal de Roraima-UFRR. Participa do Programa do Mestrado
Acadêmico em Letras e do Mestrado Acadêmico em Estudos Literários. Email:
soniagomesampaio@gmail.com

Downloads

Publicado

2022-07-28

Como Citar

GOTTI PISSINATTI , L. .; DE SOUZA FERREIRA , M. J. .; GOMES SAMPAIO, S. M. . MADAME GODIN: EVIDÊNCIAS DE COLONIZAÇÃO NOS FIOS DA HISTÓRIA. REVISTA DE LETRAS - JUÇARA, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 158-176, 2022. DOI: 10.18817/rlj.v6i1.2782. Disponível em: https://ppg.revistas.uema.br/index.php/jucara/article/view/2782. Acesso em: 20 ago. 2022.