O CONTEXTO RURAL NOS DOCUMENTOS OFICIAIS E NAS AULAS DE LÍNGUA PORTUGUESA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18817/rlj.v6i2.3108

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa que teve por objeto de pesquisa as práticas de leitura e escrita em contextos rurais. Nesse sentido, essa investigação teve um duplo objeto de análise: os documentos norteadores do ensino de Língua Portuguesa (BNCC e o Documento Curricular do Território Maranhense) e as práticas de leitura e escrita de alunos de comunidades rurais. Por conta da pandemia do COVID 19, a observação sobre as práticas de leitura e escrita concentrou-se na análise de materiais produzidos pelos professores das escolas rurais distribuídos aos alunos dessas comunidades desde o início da pandemia. Essa investigação buscou responder uma das questões do projeto coletivo, qual seja: Como as especificidades do contexto rural interveem nas práticas de leitura e escrita? Trata-se de uma pesquisa documental e qualitativa inserida no projeto coletivo Saberes locais em contextos rurais: ensino de leitura e escrita, financiado pela FAPEMA (Universal 01299/18). É importante destacar que a relevância dessa investigação se deve a seu olhar duplo para um mesmo objeto de pesquisa: as práticas escolares de leitura e escrita em contextos rurais e como os saberes locais são incorporados nos documentos oficiais. Como referencial teórico, nos baseamos em Barzotto (2016), Roger Chartier (2004 e 1988), Geraldi (2004), Orlandi (1983), Marcuschi (1985), Foucault (1970), entre outros autores.

Palavras-chave: Leitura; Escrita; Saberes locais; Documentos oficiais; Contextos rurais.

Biografia do Autor

Hillana Layra Corrêa de Abreu , UFMA

Graduada em Letras pela Universidade Federal do Maranhão. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Linguística. Fez parte do Grupo de Pesquisa, Ensino, Leitura e Escrita de 2020 a 2022 (GPELE/UFMA); foi Pesquisadora Bolsista (PIBIC/UFMA/FAPEMA) de setembro de 2020 a agosto de 2021.

Mariana Aparecida de Oliveira Ribeiro, UFMA

Professora Adjunta do curso de Letras e do Mestrado Acadêmico em Letras da Universidade Federal do Maranhão, Centro de Ciências de Bacabal. Formada em Letras, Português/Latim pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). É doutora e mestre em Educação pela Universidade de São Paulo (USP), na linha de pesquisa: Linguagem e Educação. É coordenadora do Grupo de Pesquisa Ensino, Leitura e Escrita (GPELE) e do projeto de pesquisa: A produção científica de pesquisadoras maranhenses: uma análise de artigos de diferentes áreas de conhecimento, financiado pela FAPEMA. Tem experiência em Metodologia de Ensino de Língua Portuguesa, Estágio, Produção de Texto e Metodologia científica. É vice coordenadora e docente permanente do Mestrado Acadêmico em Letras do Programa de Pós Graduação em Letras (PPGLB) e professora colaboradora do Mestrado Profissional em Letras da Universidade Federal do Sul e Sudoeste do Pará (UNIFESSPA) - campus de Marabá.

Downloads

Publicado

2022-12-29

Como Citar

CORRÊA DE ABREU , H. L. .; DE OLIVEIRA RIBEIRO, M. A. . O CONTEXTO RURAL NOS DOCUMENTOS OFICIAIS E NAS AULAS DE LÍNGUA PORTUGUESA . REVISTA DE LETRAS - JUÇARA, [S. l.], v. 6, n. 2, p. 260-276, 2022. DOI: 10.18817/rlj.v6i2.3108. Disponível em: https://ppg.revistas.uema.br/index.php/jucara/article/view/3108. Acesso em: 30 mar. 2023.

Edição

Seção

Dossiê Temático