PERCEPÇÃO AMBIENTAL SOBRE USOS DOS RECURSOS AQUÁTICOS E SUA RELAÇÃO COM OS RESÍDUOS SÓLIDOS NO RIO ANIL: ESTUDO DE CASO PARA SUBSIDIAR AÇÕES EDUCATIVAS EM SÃO LUÍS - MA

Cássia Fernanda Chagas Ferreira, Gleison Andrade Campos, Jonatas da Silva Castro, Marcelo Henrique Lopes Silva, Rayssa de Lima Cardoso, Ticianne de Sousa de Oliveira Mota Andrade, Verônica Maria de Oliveira, Raimunda Nonata Fortes Carvalho Neta

Resumo


A bacia hidrográfica do Rio Anil tem sido fortemente influenciada pelo modelo urbano de desenvolvimento rápido e desordenado. No presente trabalho objetivou-se descrever a percepção de moradores do entorno da bacia do Rio Anil sobre os usos dos recursos aquáticos e sua relação com os resíduos sólidos, subsidiando ações educativas para a região. Utilizou-se uma abordagem qualitativa para se conhecer aspectos sócio-demográficos, usos dos recursos aquáticos, problemas relacionados aos resíduos sólidos, estado de conservação do ambiente e iniciativas de gestão. Resultados indicaram que a maioria dos entrevistados reconhece benefícios do Rio Anil, 46% afirmam que exploram os recursos pesqueiros, 18% o utilizam para o lazer e 6% para o abastecimento doméstico. Todavia, ainda existe um percentual de pessoas (27%) que acredita que o rio não gera nenhum benefício. A maioria classificou o Rio Anil como poluído e com uma grande quantidade de resíduos depositados inadequadamente, prejudicando toda a população. Apesar da poluição por resíduos sólidos, ainda existe uma forte atividade pesqueira e de recreação nesse ambiente. O aspecto dos usos ainda existentes nesse ecossistema aquático é importante argumento para ações de recuperação, conservação e Educação Ambiental para as comunidades locais, em parceria com os Comitês de Bacias Hidrográficas do Brasil. Todavia, ações educativas mais amplas para a conservação dos recursos aquáticos são necessárias para toda a cidade de São Luís e devem incluir outros argumentos (além dos argumentos de utilidade dos recursos) para a conservação do Rio Anil, especialmente, razões éticas e valor de existência.
Palavras-chave: Educação Ambiental. Resíduos sólidos. Percepção ambiental. Bacia Hidrográfica.

ABSTRACT

ENVIRONMENTAL PERCEPTION ON AQUATIC RESOURCES USES AND ITS RELATIONSHIP WITH SOLID WASTE IN THE ANIL RIVER: CASE STUDY TO SUBSIDY EDUCATIONAL ACTIONS IN SÃO LUÍS-MA

The basin of the Anil River was strongly influenced by urban model of rapid and unplanned development. In this study we aim to describe the perception of surrounding residents of the Anil River basin on the uses of aquatic resources and their relation to solid waste, supporting educational activities for the region. We used a qualitative approach in order to know sociodemographic aspects, water resources uses, problems related to solid waste, "state" of environmental conservation and management initiatives. Results indicated that a majority of respondents recognize the benefits of Anil River, where 46% say that explores the fishing resources, 18% used for leisure and 6% for domestic provision. However, there are still a percentage of people (27%) who believe that the river does not generate any benefit. Most respondents ranked the Anil River as polluted and with a lot of improperly deposited waste, damaging the whole population. Despite the pollution by solid waste, there is a strong fishing and recreational activity in this environment. This aspect of the remaining uses in this aquatic environment is important argument for recovery actions, conservation and environmental education for local communities, in partnership with the Basin Rivers Commissions (Comitês de Bacias Hidrográficas do Brasil). However, broader educational actions for the conservation of aquatic resources are required for the entire city of São Luís and must include other arguments (in addition to the resources utility arguments) for the conservation of Anil River, especially ethical reasons and "existence value".

Keywords: Environmental Education. Solid waste. Environmental perception. Basin Rivers.

Texto completo:

PDF