Diagnóstico da atividade pesqueira no Espírito Santo, Brasil: um estudo sobre o segmento de peixarias

Keuwy Sousa Rocha, Caroline Tedesco Santos, Rodrigo Randow de Freitas

Resumo


O consumo de peixes tem se elevado nas últimas quatro décadas e tende de continuar a aumentar. Além disso, o peixe continua a ser um dos produtos alimentares mais comercializados no mundo. A cadeia produtiva da pesca possui um importante papel entre as atividades econômicas do país, pois assume função importante na geração de emprego e renda para a população e oferta de alimentos, não apenas para a população local. Com isso, para atender esse crescimento da demanda, conhecer os stakeholders e os elos da cadeia produtiva se torna essencial para que a cadeia de suprimentos suporte este crescimento de forma sustentável. Assim, o presente artigo busca levantar questões relativas a atividade de pesca praticada, analisando o market share de um dos elos da cadeia produtiva, as peixarias, além de levantar problemas que dificultam o crescimento do comércio nesses estabelecimentos. Dentre eles estão a falta de pescado, infraestrutura deficiente e falta de fábrica de gelo. Por ser um diagnóstico inicial dessas empresas no estado, mais estudos serão necessários com objetivo de mitigar os problemas encontrados e ampliar os fatores positivos.

Palavras-chave


pesca; cadeia produtiva; consumo pesqueiro; stakeholders

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18817/repesca.v11i1.1557