CIDADANIAS NEGADAS E A POPULAÇÃO SURDA: APROXIMAÇÕES TEÓRICAS ACERCA DOS EQUIPAMENTOS COMUNITÁRIOS DE SAÚDE NA CIDADE DE LONDRINA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18817/26755122.26.01.2022.2891

Palavras-chave:

Surdez. Equipamentos Comunitários de Saúde. Direito à Cidade. Cidadanias Negadas.

Resumo

Discutir o direito à cidade é ato necessário se queremos viver em uma sociedade mais equânime para toda população, sem fazer distinção de classe social, raça, crença ou defi ciência. É dever do estado garantir o direito à saúde das pessoas surdas ou com defi ciência auditiva, capacitando os profissionais dos serviços de saúde para o uso de Libras, pois, somente deste modo, será possível proporcionar acessibilidade à população. O objetivo geral desta pesquisa é proporcionar reflexões sobre a inclusão social da população surda de Londrina-PR aos equipamentos comunitários da saúde, com enfoque nas UPA e UBS. A presença do surdo na sociedade é inegavelmente existente e conhecida por toda população, independentemente de sua classe social e/ou econômica, presente no cotidiano da grande maioria das cidades brasileiras. Reconhecendo este cenário, o texto deste trabalho também se propõe a abordar o direito à cidade como condição inerente à classe social,
porém, com ênfase para a parcela da população que mais necessita de melhores condições de vida, com acesso a trabalho, educação, moradia, lazer, cultura e saúde.

Biografia do Autor

Gabriel Strazzi da Silva, UEL

Possui graduação em Geografia, licenciatura (2017) e bacharelado (2019), pela Universidade Estadual de Londrina. Especialista em Ensino de Geografia (2020), pela Universidade Estadual de Londrina. Atualmente é analista cartográfico.

Ricardo Lopes Fonseca, UEL

Professor Adjunto do Departamento de Geociências, Centro de Ciências Exatas, Universidade Estadual de Londrina (UEL). Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPEdu), na Universidade Estadual de Londrina.

Downloads

Publicado

2022-07-20

Como Citar

Strazzi da Silva, G. ., & Lopes Fonseca, R. . (2022). CIDADANIAS NEGADAS E A POPULAÇÃO SURDA: APROXIMAÇÕES TEÓRICAS ACERCA DOS EQUIPAMENTOS COMUNITÁRIOS DE SAÚDE NA CIDADE DE LONDRINA. Revista Ciência Geográfica, 26(01), 356-375. https://doi.org/10.18817/26755122.26.01.2022.2891

Edição

Seção

ARTIGOS DE ABRANGÊNCIA GERAL