O AVANÇO DO ATRASO: A TERRITORIALIZAÇÃO DO AGRONEGÓCIO EM MATO GROSSO DO SUL

Autores

  • Amanda Júlia de Freitas Mariano UFMS
  • Jodenir Calixto Teixeira UFMS

Palavras-chave:

Agronegócio. Territorialização. Mato Grosso do Sul.

Resumo

Este artigo é fruto de discussões iniciadas no mestrado, sendo a dissertação o produto final, intitulada: A construção de uma cidade do agronegócio: a territorialização do agronegócio em Chapadão do Sul-MS e defendida na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul em 2021. Objetivamos nesse artigo compreender o avanço do agronegócio nas terras sul-mato-grossenses, a partir da política de ocupação da região Centro-Oeste, financiada pelo Governo Federal através de leis, decretos, programas e incentivos fiscais e governamentais, que tornaram Mato Grosso do Sul um estado com altíssimos graus de concentração fundiária, e territorialização do agronegócio, principalmente, através dos monocultivos de eucalipto, cana-de-açúcar e soja.

Biografia do Autor

Amanda Júlia de Freitas Mariano, UFMS

Mestra em Geografi a pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGGEO-CPTL)

Jodenir Calixto Teixeira, UFMS

Professor Doutor dos cursos de Graduação e Pós-Graduação em Geografi a (PPGGEO-CPTL).

Downloads

Publicado

2022-07-29

Como Citar

Júlia de Freitas Mariano, A. ., & Calixto Teixeira, J. . (2022). O AVANÇO DO ATRASO: A TERRITORIALIZAÇÃO DO AGRONEGÓCIO EM MATO GROSSO DO SUL. Revista Ciência Geográfica, 26(2), 968-1002. Recuperado de https://ppg.revistas.uema.br/index.php/cienciageografica/article/view/2928