POLÍTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA LICENCIATURA: PERCEPÇÕES DE DISCENTES EM CIÊNCIAS NATURAIS

Autores

  • Dilmar Kistemacher UFMA
  • Maria do Carmo Gomes Brito Costa UFMA

DOI:

https://doi.org/10.18817/pef.v27i1.2945

Resumo

A Educação Ambiental deve ser desenvolvida de modo integral, transversal, interdisciplinar e contextual, tanto na educação formal quanto na não-formal. Na educação formal, ela precisa estar presente curricular e transversalmente em todos os níveis e modalidades de ensino. As conferências internacionais foram fundamentais na afirmação da política de educação ambiental, como no caso brasileiro. Neste trabalho tivemos por objetivo conhecer as percepções dos licenciandos em Ciências Naturais da UFMA/Codó sobre a Educação Ambiental. A pesquisa, nos marcos da pesquisa qualitativa, envolveu a revisão de literatura, a pesquisa documental e a pesquisa de campo se deu a partir da técnica do questionário semiestruturado. Os resultados da pesquisa evidenciaram que os licenciandos reconhecem a importância da EA na grade curricular do curso na formação de professores, mas que precisa ser ampliada. Os discentes reconhecem a importância da Educação Ambiental para a construção de valores e atitudes ambientalmente sustentáveis, e reconhecem que as ações de educação ambientais são fundamentais tanto para os processos conservação e de preservação do ambiente, quanto para a construção de sujeitos ecológicos.

 

Palavras-chave: Educação Ambiental, políticas ambientais, formação de professores licenciandos.

Biografia do Autor

Dilmar Kistemacher, UFMA

Doutor em Educação e Mestre em Educação, pelo Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGEdu, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos, Licenciado em História/Unisinos. Professor de Fundamentos da Educação, no Curso de Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Naturais/Biologia, da Universidade Federal do Maranhão-UFMA, Campus de Codó

Maria do Carmo Gomes Brito Costa, UFMA

Especialização em Ensino de Língua Portuguesa e Matemática no Ensino Fundamental, na Universidade Federal do Maranhão-UFMA, campus de Codó, em andamento, licenciada em Ciências Naturais/Biologia, UFMA/Codó, professora de Ciências na rede pública municipal de Coroatá/MA.

Downloads

Publicado

2022-08-24