SOBREVIVCIA AP INDUO TRIPLOIDIA EM Anomalocardia brasiliana (VENERIDAE) POR TRATAMENTO QUICO, HIPOTICO E TMICO

Henrique David Lavander

Resumo


A poliploidia uma alternativa para melhorar o desempenho zootnico e amplamente empregada na aquicultura mundial. No Brasil, o emprego de tnicas na escala comercial limita-se a uma espie exica de ostra Crassostrea gigas. O objetivo deste estudo foi avaliar a sobrevivcia ap aplicao de protocolos de induo triploidia em Anomalocardia brasiliana atrav de agentes quicos, como Citocalasina B (CB) e 6 - Dimetilaminopurina (6-DMAP), e modos ficos, por choque tmico frio e choque hiposmico. A induo triploidia por CB foi realizada a 1 mg. L-1, enquanto que a 6-Dimetilaminopurina a 450 mol.L-1. As indues por choque tmico frio foram realizadas a 2, 5 e 7C, e as indues por choque hiposmico a 12 de salinidade. As indues quicas triploidia apresentaram baixa sobrevivcia larval ap as primeiras 24 horas, diferentemente dos tratamentos ficos, estes obtiveram mais de 90% de sobrevivcia, assim como o tratamento controle. Estes resultados demonstram que os tratamentos ficos neste perdo s menos agressivos aos ovos e larvas. Por novos estudos dever ser realizados, a fim de aprimorar os protocolos para obteno de poliploides para espie.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18817/repesca.v11i1.1574

Catálogos, Portais, Bases Bibliográficas, Índices e Sistemas de Indexação

Financiamento

PPG UEMA FAPEMA