DE UMA GEOGRAFIA DO SOM PARA UMA GEOGRAFIA DAS MÃOS: A IMPORTÂNCIA DA CONSTRUÇÃO DE CONCEITOS GEOGRÁFICOS EM LIBRAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18817/26755122.26.01.2022.2889

Palavras-chave:

Educação de surdos. Língua Brasileira de Sinais. Paisagem. Educação Inclusiva.

Resumo

O presente artigo é um esforço no debate sobre a educação geográfica para surdos e a problemática da tradução de conceitos científicos das línguas ouvintes para a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). A partir da leitura de teóricos que abordam a questão, tais como Heidegger (1997, 2003) e Berman (1999) construiu-se uma trajetória que nos direciona à compreensão das questões da língua e da tradução. Para tanto, partiu-se da categoria geográfica paisagem para demonstrar a relação dessa palavra com as culturas que a criaram. A partir disso, compreendeu-se que, a tradução sempre se mostra com falhas, tal como enunciado pelo ditado italiano tradutore, traditore. Se toda tradução é traidora, como se dá a construção de conceitos geográfi cos na educação de surdos? Essa barreira não se pode superar, porém, evoca-se nesse artigo a urgência da construção de conceitos geográfi cos pelos surdos em LIBRAS e possíveis caminhos a serem percorridos neste processo.

Biografia do Autor

Débora Jurado Ramos, Instituto Londrinense de Educação de Surdos. Professora de Libras na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Doutoranda em Geografi a pela Universidade Estadual de Londrina. Professora bilíngue de Geografia do Instituto Londrinense de Educação de Surdos. Professora de Libras na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Jéssica Aparecida Porfírio da Silva, Prefeitura Municipal de Londrina

Mestra em Geografi a pela Universidade Estadual de Londrina. Professora das séries iniciais do Ensino Fundamental I na Prefeitura Municipal de Londrina.

Estevão Conceição Gomes Junior, Centro Universitário Filadélfi a (UNIFIL)

Doutor em Geografi a pela Universidade Estadual de Londrina. Docente no Centro Universitário Filadélfi a (UNIFIL).

Downloads

Publicado

2022-07-20

Como Citar

Jurado Ramos, D. ., Aparecida Porfírio da Silva, J. ., & Conceição Gomes Junior, E. . (2022). DE UMA GEOGRAFIA DO SOM PARA UMA GEOGRAFIA DAS MÃOS: A IMPORTÂNCIA DA CONSTRUÇÃO DE CONCEITOS GEOGRÁFICOS EM LIBRAS. Revista Ciência Geográfica, 26(01), 330-345. https://doi.org/10.18817/26755122.26.01.2022.2889

Edição

Seção

ARTIGOS DE ABRANGÊNCIA GERAL