CONHECIMENTO E EDUCAÇÃO PROBLEMATIZADORA: CONTRIBUIÇÕES TEÓRICO-PRÁTICAS DE FREIRE À GESTÃO DE PRÁTICAS CURRICULARES DEMOCRÁTICAS

Autores

  • Raimundo Nonato Moura Oliveira Universidade Estadual do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.18817/pef.v27i2.3114

Resumo

O presente texto resultou de uma pesquisa bibliográfica que se propõe a retomar a contribuição de Paulo Freire sobre a concepção de conhecimento e de educação problematizadora, o que faz, a partir da releitura de Pedagogia do oprimido e de Pedagogia da autonomia, no propósito de indicar elementos para uma gestão de práticas curriculares de democratização do saber escolar na educação básica. Nesse sentido, descreve-se e interpreta-se: a função social do conhecimento na experiência humana; a função da educação problematizadora; e os sentidos que ela suscita para uma gestão de práticas curriculares de democratização do conhecimento escolar. Por fim, buscam-se possibilidades de redefinir práticas curriculares, entendendo-as como fenômeno e educativo algo que se coloca a serviço do processo de humanização e como contraponto aos processos de desumanização presentes no contexto da sociedade capitalista, a qual produz uma cultura marcada pelo desprezo ao direito do ser humano à Educação como prerrogativa fundamental para a vida em sociedade.

 

Palavras-chave: Conhecimento, educação problematizadora, gestão curricular, Paulo Freire.

Biografia do Autor

Raimundo Nonato Moura Oliveira, Universidade Estadual do Maranhão

Doutor em Educação: Currículo pela PUC/SP. Professor do Departamento de Educação da Universidade Estadual do Maranhão - Campus Caxias e do Programa de Pós-Graduação em Educação - Mestrado Profissional (PPGE) Pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisa em Currículo, Formação de Educadores e Prática Pedagógica

Downloads

Publicado

2022-12-28