FATORES DE RISCOS AMBIENTAIS PRESENTES NA PESCA ARTESANAL DE VALENÇA- BAHIA

  • Lirane Rocha BORGES Universidade do Estado da Bahia
  • Tâmara de Almeida e SILVA Universidade do Estado da Bahia
  • Lucemário Xavier BATISTA Universidade do Estado da Bahia
Palavras-chave: Pescadores, Acidentes, Normas Regulamentadoras

Resumo

O presente trabalho retrata os principais fatores de riscos que os pescadores de Valença (BA) estão submetidos ao praticarem a modalidade de pesca artesanal. O local da pesquisa foi no município de Valença, que é o principal pólo de comércio e serviços da região do Baixo-Sul da Bahia e representa historicamente um importante porto pesqueiro servindo de centro de abastecimento, comercialização e distribuição de pescados em nível regional. Para coleta de dados foram realizadas visitas em terra e em dois embarques observando os pescadores nas suas atividades. Para a análise dos riscos ambientais foi elaborada uma lista de verificação (check-list) e conferidas com o atendimento às normas regulamentadoras – NR do Ministério do Trabalho, relativas à Segurança e Medicina do Trabalho. Os resultados indicam que os pescadores de Valença possuem condições de trabalho precárias, o que as torna vulneráveis a acidentes e adoecimentos em decorrência da prática laborativa. Os riscos de acidentes com embarcações, afogamentos, acidentes com o próprio pescado, as variações climáticas, a exposição à radiação solar, os ruídos dos motores dos barcos, o excesso de peso, são potencializados pela grande jornada de trabalho, pelo pouco uso de Equipamento de Proteção Individual e à própria instabilidade da função.
Publicado
2016-06-07
Seção
Artigos