Chamada V4 N2

2020-06-19

Dossiê temático: Epistemologias, experiências e políticas linguísticas: o ensino-aprendizagem de línguas em tempos de Covid-19

Organizadores:

Barbara Cristina Ramos (PUC-RIO/CAPES)
Patrick de Resende Ribeiro (SEDU/PUC-RIO)
Maura Rejane Amaral Rodrigues Amorim (CESC/UEMA)

Início das Submissões: 15/07/2020.
Prazo final:  15/10/2020.
Previsão para publicação: dezembro/2020

 

A rápida propagação do novo Coronavírus (SARS-CoV-2) trouxe mudanças sérias e imprevistas em diversas áreas e por quase todo o globo.  A maioria dos governos se viu na obrigação de implementar medidas que evitassem o contato físico de seus cidadãos, a fim de impedir a proliferação desse vírus e, consequentemente, a sobrecarga dos seus sistemas de saúde. No Brasil, governos municipais, estaduais e o federal decretaram o fechamento das escolas, faculdades e universidades, o que vem impactando diretamente os sistemas de ensino, sobretudo os públicos, historicamente sucateado em diversos aspectos, inclusive na área tecnológica.

Governos e instituições têm proposto medidas diversas para a manutenção ou não das aulas durante a pandemia, o que nos leva à necessidade de propormos reflexões epistemológicas, experienciais e políticas sobre o ensino-aprendizagem de línguas. O cenário atual aponta para mudanças radicais não apenas nas interfaces que utilizamos para lecionar uma língua materna ou estrangeira, mas, sobretudo, nos modos de se ensinar línguas.

Considerando essa conjuntura, este número da Revista de Letras Juçara convida autores a submeterem trabalhos teóricos, experienciais ou estudos de caso, a partir das diversas áreas da linguística, que discutam relações e impactos da pandemia sobre o ensino-aprendizagem de línguas, maternas ou estrangeiras.             

Além do dossiê temático, a revista também aceita artigos, resenhas e entrevistas nas áreas de Linguística e Literatura para compor a sua seção de temática livre.

 

Thematic dossier: Epistemologies, experiences, and linguistic policies: teaching and learning languages during the Covid-19 pandemic

Organizers:

Barbara Cristina Ramos (PUC-RIO/CAPES)
Maura Rejane Amaral Rodrigues Amorim (CESC/UEMA)
Patrick de Resende Ribeiro (SEDU/PUC-RIO)

Beginning of Submissions: 15/07/2020.
Deadline:  15/10/2020.
Publication due to: december/2020

The rapid spread of the new Coronavirus (SARS-CoV-2) has made serious and unforeseen changes in several areas almost all over the world. Most governments found themselves compelled to implement measures to prevent physical contact amongst citizens, in order to prevent the proliferation of the virus and, consequently, the breakdown of the countries’ health systems. In Brazil, municipal, state, and federal governments have opted on keeping schools, colleges and universities completely closed, directly impacting educational systems, especially public ones, historically scrapped in several aspects, including in the technological area.

Governments and institutions have proposed different measures for maintaining classes or not during the pandemic, which point us to the need to come up with epistemological, experiential and political reflections on the teaching and learning of languages. The current scenario points to radical changes not only in the interfaces we use to teach a native or foreign language, but, above all, in the ways of teaching languages.

Considering such reality, this issue of Revista de Letras Juçara invites authors to submit theoretical, experiential or case studies, from different areas of linguistics, to discuss relations and impacts of the pandemic on the teaching and learning of native or foreign languages.

Besides the thematic dossier, the journal also accepts articles, reviews and interviews in the areas of Linguistics and Literature to compose its free thematic section.