EFEITO DA TEMPERATURA SOBRE A TAXA METABÓLICA DA CARPA-COMUM (Cyprinus carpio LINNAEUS, 1758).

  • Pollyanna de Moraes França Ferreira
  • José Milton Barbosa
  • Elton Lima Santos
  • Mislene Ricarte Lima
  • George André de Lima Cabral
Palavras-chave: Peixes, bem-estar, consumo de oxigênio

Resumo

O objetivo deste trabalho foi à avaliação da taxa metabólica, através do cálculo do consumo de oxigênio, de juvenis de carpa-comum (Cyprinus carpio), submetidos a três diferentes temperaturas: T1) 30,2 ± 2,1ºC; T2) ambiente, 27,05 ± 0,85°C e T3) 25,4 ± 1,1ºC. As mensurações do oxigênio dissolvido foram realizadas através de um oxímetro digital, utilizando-se 18 aquários com 52 L, cada. Foram utilizados 72 juvenis de carpa-comum, com peso médio de 9,0 ± 0,5 g. Constatou-se um maior consumo de oxigênio na primeira hora do experimento e um menor consumo de oxigênio na temperatura mais baixa (T3) quando comparado com os outros dois tratamentos.
Publicado
2008-07-04
Se??o
Artigos