CARACTERIZAÇÃO DA PESCA ARTESANAL PRATICADA NOS LAGOS MAPIRI E PAPUCU ÀS MARGENS DO RIO TAPAJÓS, SANTARÉM, PARÁ

  • Diego Maia Zacardi Universidade Federal do Oeste do Pará - UFOPA
  • Marenilson Linhares Saraiva Universidade Federal do Oeste do Pará - UFOPA
  • Elizabete de Matos Vaz Universidade Federal do Oeste do Pará - UFOPA
Palavras-chave: Perfil socioeconômico, Apetrechos de pesca, Recursos pesqueiros, Ambiente lacustre, Baixo Amazonas

Resumo

O trabalho visou caracterizar o perfil socioeconômico, técnico e operacional da pesca exercida pelos pescadores atuantes nos lagos Mapiri e Papucu, localizados à margem esquerda do Rio Tapajós, no município de Santarém, Baixo Amazonas (PA). Dos 40 pescadores entrevistados a maioria foi do sexo masculino, com idade média de 48,5 anos e ensino fundamental completo. Os resultados classificam, pelas características das embarcações, do número de pescadores, dos apetrechos utilizados e da finalidade da pesca, a atividade pesqueira como artesanal e de pequena escala, praticada em pequenas embarcações de madeira à remo e motorizadas. A pesca é executada por pescadores de dedicação parcial ou exclusiva e com produção destinada em grande parte à subsistência, utilizando multiplicidade de apetrechos com destaque para o uso da malhadeira e da captura de jaraquis, pacus, aracus e charutinhos. No cenário das principais causas da diminuição dos estoques pesqueiros estão à poluição, a pesca desordenada, a falta de fiscalização e apoio dos órgãos ambientais, bem como carência de estudo dos impactos históricos causados pela atuação da pesca sobre estes corpos d’água. Estes resultados podem subsidiar medidas de ordenamento e estratégias sustentáveis de manejo das pescarias, além de auxiliar os processos de elaboração e operacionalização das políticas públicas adequadas para o setor pesqueiro artesanal do estado, visando a melhoria da atividade na região.

Biografia do Autor

Diego Maia Zacardi, Universidade Federal do Oeste do Pará - UFOPA
Dr. em Ecologia Aquática e Aquicutura, Professor do curso Bacharelado em Engenharia de Pesca, do Instituto de Ciências e Tecnologia das Águas - UFOPA
Marenilson Linhares Saraiva, Universidade Federal do Oeste do Pará - UFOPA
Bacharel Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia das Águas pelo Instituto de Ciências e Tecnologia das Águas da Universidade Federal do Oeste do Pará
Elizabete de Matos Vaz, Universidade Federal do Oeste do Pará - UFOPA
Mestranda do curso de Pós-Graduação em Recursos Aquáticos Continentais Amazônicos pelo Instituto de Ciências e Tecnologia das Águas da Universidade Federal do Oeste do Pará
Publicado
2017-06-12
Seção
Artigos